Aprenda a poupar água. O planeta agradece!

De acordo com um estudo divulgado pela WWF em Maio passado, Portugal está “parcialmente em situação de seca, devido a anos pouco chuvosos cujos efeitos são agravados pelas alterações climáticas”. A nível global, ao longo dos anos o aumento da população mundial levou a um maior consumo de água, e consequente desperdício, e a poluição também contribui para que alguma água não seja renovável. Tudo leva ao facto que hoje todos conhecemos: a água é um bem escasso. Dizem alguns estudos que cerca de 96% da água existente no mundo é salgada, 3% encontra-se em estado sólido, ou seja, em formato de gelo e 1% de água é o que o homem tem de água potável para sobreviver.

Cabe-nos por isso a cada um e a todos, ajudar à preservação deste recurso natural, em pequenos gestos diários, que contribuem. Aproveitemos o Verão, para pôr em prática algumas medidas que podem tornar-se em hábitos, em rotinas e ajudar quer a poupar água, quer a reduzir os custos mensais domésticos e, em última análise, a ajudar o planeta e as próximas gerações.

Cuidados gerais

  1. Garanta que a sua canalização doméstica está em bom estado e faça a sua manutenção regular. Evite torneiras a pingar (por avaria ou por desleixo no seu fecho) que pode levar a um gasto diário de 25 litros de água. E controle a sua fatura para perceber se está a gastar muito ou pouco.
  2. Opte por torneiras de regulação do fluxo de água na cozinha, nas casas de banho ou, a não ser possível, instale dispositivos que proporcionem uma redução de caudal; e opte por autoclismos com dispositivo de dupla descarga. Poderá também colocar garrafas de água com areia no interior do reservatório para evitar enchê-lo na totalidade e reduzir a quantidade de água gasta em cada descarga. Cada descarga pode desperdiçar cerca de 10 litros de água.
  3. Verifique o isolamento térmico do sistema de distribuição de água quente. Evita o desperdício de água e de energia enquanto espera que a água aqueça
  4. Quando limpar um aquário, se o tiver, utilize para rega a água rica em nutrientes;

Na casa de banho

  1. Reduza a duração dos seus banhos e opte por duches rápidos. Um duche de 5 minutos gasta entre 25 e 100 litros de água, dependendo do modelo do chuveiro e da pressão da água. Feche a torneira enquanto se estiver a ensaboar
  2. Utilize um balde para recolher a água do duche enquanto espera que a água aqueça para ser reutilizada na sanita, no jardim ou na rega de plantas ou até na lavagem do chão, por exemplo.
  3. Feche a torneira quando está a lavar os dentes ou a fazer a barba. Ou faça-os durante o seu duche. Uma torneira aberta no lavatório pode gastar 9 litros de água por minuto

Na cozinha

  1. Utilize a máquina de lavar roupa e loiça apenas quando estiverem com carga completa, evitando o desperdício de água e de energia, e se lavar a loiça à mão, não deixe a água a correr continuamente, encha o lava-loiça com a água necessária ou vá fechando a torneira à medida que está a lavar a loiça com o detergente. Utilize uma quantidade mínima de detergente suficiente para uma lavagem eficaz, diminuindo a quantidade de água necessária para enxaguar a loiça
  2. Quando cozer legumes, utilize apenas a água suficiente para os cobrir e mantenha a panela tapada; os legumes cozem mais rápido, poupa água e energia
  3. Habitue os seus filhos e família a usar ao longo do dia um mesmo copo para a água de forma a evitar incorrer em demasiados gastos com loiça para lavar

No exterior

  1. Lave o carro com balde e esponja para evitar os desperdícios originados pelo uso das mangueiras. Aproveite e dê banho ao cão numa área do jardim que precise de água e mesmo ao trocar a água de beber do seu animal de estimação, use a água velha para regar.
  2. Se tiver uma varanda, um terraço ou um jardim, recolha a água da chuva num reservatório para usar mais tarde na lavagem do chão, do carro, no autoclismo ou para regar o jardim
  3. E quando regar o jardim faça-o de manhã cedo ou à noite, quando a evaporação é menor, idealmente com regador.
  4. Cultive plantas típicas da sua região, porque estão melhor adaptadas às condições climáticas e utilizam a água disponível de forma mais eficiente. Cubra a terra do jardim ou dos vasos com casca de pinheiro ou outros materiais que reduzem a incidência direta da luz solar com o solo, conservando a humidade da terra e opte por plantar árvores que façam sombra no Verão, reduz a evaporação das plantas protegidas pela sombra

Se tiver uma piscina procure trocar os filtros tradicionais por filtros específicos, que permitam poupar água. Aplique uma cobertura na piscina – ao fazê-lo irá reduzirá a evaporação da água em 90%!

Artigos recentes

Deixe aqui o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.